Prorrogação de Matrícula
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Odontologia
Campanha Março
Ed. Física
Transferência Presencial
Prorrogação de Matrícula
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Odontologia
Campanha Março
Ed. Física
Transferência Presencial
Araia Unidombosco
previous arrow
next arrow


futuro-do-trabalho

Muito se tem ouvido falar sobre o metaverso e com isso muitas são as discussões sobre como ele afetará a vida em sociedade e como será o futuro do trabalho.

Para os que não atuam diretamente com o metaverso, tudo parece ainda muito irreal e fora de contexto e, por isso também, a dificuldade de entender como essas mudanças chegarão.

A verdade é que uma grande transformação digital vem acontecendo de forma geral em todas as áreas da sociedade, porém nas relações de trabalho isso tem sido vivenciado de uma forma, podemos dizer talvez, revolucionária.

E com revolucionária não quer dizer boa ou ruim. É preciso, em certos momentos, tirar a bipolaridade e compreender que certas coisas acontecem e o caminho é buscar entender o como acontece e, mais do que isso, o como agir diante do ocorrido.

Mas antes de entender melhor qual é a tendência do futuro do trabalho, vamos entender o que é o metaverso.

Metaverso é a terminologia utilizada para indicar um tipo de mundo virtual que tenta replicar a realidade por meio de dispositivos digitais. É um espaço coletivo e virtual compartilhado, constituído pela soma de “realidade virtual“, “realidade aumentada” e “Internet“.

Na ideia conceitual, seria uma realidade virtual, porém com atuação real.

Em pequenas amostras já se vive essa realidade em jogos, no mercado financeiro e no mercado de trabalho.

E como se pensa o futuro do trabalho nesse contexto?

Muitos estudiosos estão se debruçando sobre o assunto e devido às práticas serem muito recentes, e alguns de seus desdobramentos ainda nem imagináveis, temos muitas ideias e teorias e ainda nada de fato certo sobre o tema.

Mas o que se observa são as mudanças principalmente organizacionais e estruturais na forma de se trabalhar. Os avanços tecnológicos permitem e sustentam, por exemplo, as formas de trabalho não presenciais.

Muitos relacionam esse movimento à pandemia, entretanto ela só adiantou e intensificou algo que já ocorria e que já existia tecnologia para tal.

Esse é um dos exemplos que podem ser dados de mudanças estruturais no trabalho advindas da tecnologia e que é só o início, ou a ponta do iceberg, de um futuro cada vez mais tecnológico.

Reuniões utilizando plataformas Zoom e Meeting em breve serão substituídas por conferências virtuais no metaverso, utilizando avatares e outras tecnologias. Isso é o que os estudiosos vislumbram, tendo como base as tecnologias atuais e as em construção.

Outra mudança que já vem sendo construída ao longo dos anos e do avanço tecnológico tem relação com as profissões. Algumas profissões que existem nos dias de hoje, e algumas que ainda existirão, foram e são criadas devido à demanda. E algumas deixam de existir devido a não fazerem mais sentido ou usualidade. Isso não é um fenômeno atual e nem derivado desse momento tecnológico. Em todo momento de revolução, como foi o caso da industrial, por exemplo, isso acontece.

Diante disso, o futuro do trabalho para alguns pode parecer incerto. Porém, a realidade é que analisar o momento atual e as tendências farão com que seja mais fácil compreender e se adaptar a esse futuro.

Profissionais que já atuam em profissões que tendem a ficar obsoletas, ou que precisam se atualizar, precisam enxergar esse momento como uma oportunidade de mudança e de reinvenção.

Aqueles que estão ingressando no mercado de trabalho precisam já se encaixar, entendendo o momento que estamos vivendo e os passos para o futuro.

E os estudantes têm a oportunidade de olhar esse momento importante e avaliar qual caminho e quais cursos fazem sentido nesse novo cenário. Muitos novos cursos já existem para suprir as demandas e muitos outros ainda virão.

É um momento de revolução e o futuro do trabalho depende também de como aqueles que atuam nele vão se encaixar em tudo isso.

Quer se manter sempre atualizado? Acompanhe o blog e siga as redes do UniDomBosco.

 

 

última atualização em: 24 de maio de 2022