Crédito recorrente
Odontologia
Campanha Março
Ed. Física
Transferência Presencial
Graduação Presencial
Graduação Pres
Crédito recorrente
Odontologia
Campanha Março
Ed. Física
Transferência Presencial
Graduação Presencial
Graduação Pres
previous arrow
next arrow


Técnicas de memorização para estudantes.

Todo aluno sofre uma pressão enorme para aprender o conteúdo passado em sala de aula e esse sentimento pode comprometer o rendimento na hora de fazer provas. Pesquisa aplicada pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes em 72 países, diz que 8 em cada 10 estudantes sente ansiedade durante as provas. Caso você também se identifique com essa apreensão, confira algumas dicas a seguir com técnicas de memorização para estudantes.

5 técnicas de memorização para estudantes

1 – Esteja bem para estudar

A qualidade começa de dentro para fora e se você quer estar pronto para memorizar conteúdos mais facilmente, precisa policiar seu estilo de vida. Praticar atividades físicas não só favorecem a renovação de neurônios, como ajudam manter a boa forma e ainda aliviam o estresse, devido a liberação de proteínas responsáveis pelo bem-estar – endorfina, serotonina e dopamina.

Se você não é muito fã de praticar atividades físicas, saiba que ela é indispensável para o corpo funcionar corretamente. Mas, como já dizia sua avó “saco vazio não ‘para’ em pé”, o que significa que uma rotina ativa exige o consumo de alimentos que forneçam a energia necessária.

 

2 – Prepare o ambiente

Quanto menos fatores disponíveis para tirar a sua atenção na hora de estudar, melhor será o resultado. Escolher um ambiente bagunçado, barulhento, escuro e abafado, por exemplo, apenas irá favorecer o desconforto e levar sua concentração para outros lugares bem distantes do estudo. Então, procure eliminar coisas que possam atrapalhar.

Prepare um ‘cantinho de estudo’, onde você tenha tudo o que precisar para tornar a hora do estudo prazerosa e tranquila. Evite acessar as redes sociais enquanto estiver estudando e não esqueça de avisar seus amigos e parentes que neste horário, você estará ocupado. Não necessariamente é preciso escolher um cômodo de casa para estudar; ambientes tranquilos, como parques, cafeterias e bibliotecas são ótimas opções.

 

3 – Estratégias de estudo

Cada pessoa tem preferência mais por uma forma de estudo do que outra, e identificar qual é a sua preferida, vai tornar seu aprendizado mais produtivo e divertido. A única coisa que você precisa se atentar é que, o método escolhido precisa ajudar a entender a matéria e não a decorar – quem decora não aprende.

Algumas sugestões são: fazer mapas mentais; elaborar resumos; explicar o conteúdo a outras pessoas ou se gravar; dentre outras. O importante é que o método escolhido o faça aprender. Quanto mais você trazer o que foi aprendido para o dia a dia, mais gravado em sua memória ficará e, é por isso que assistir a filmes e ler livros, faz toda a diferença.

 

4 – Faça intervalos

Está muito enganado quem acredita que ao ficar estudando o dia inteiro sem parar, ajuda a aproveitar ao máximo o estudo. Fazer intervalos e deixar a mente relaxar por alguns minutos, é premissa para deixar a mente aberta para memorizar novas informações. Quando respeitamos essas pausas, nosso cérebro é oxigenado e faz com que nossa mente fique mais preparada para receber novas informações.

A recomendação é que em toda e qualquer atividade, não esqueçamos de fazer uma pausa para praticar outras atividades que não tenham relação com o que estávamos fazendo. Pomodoro, por exemplo, é a estratégia de descansar 5 minutos após fazer uma atividade ininterruptamente durante 25 minutos. Para não esquecer de fazer essas pausas, você pode ativar o despertador para ser notificado.

 

5 – Se aprofunde nos conteúdos

Um dos motivos da dificuldade em memorizar informações é que não nos aprofundamos naquilo que estamos aprendendo, e isso não fortalece o conteúdo em nossa memória. Por exemplo, é muito mais fácil você lembrar de alguém que compartilha acontecimentos marcantes, do que só diz o nome. Da mesma forma acontece com nossa mente.

Ao contextualizar uma nova informação, melhor será de entender e evitar que ele fique perdido entre tantas outras. Claro que, isso exige planejamento e que o estudante não deixe para se preparar para a prova um dia antes. Conforme você começar a explanar o que aprende, notará como esse aprendizado será mais memorizado em sua mente.

Continue acompanhando o Blog UniDomBosco para mais conteúdos bacanas e dicas de estudo e carreira.

última atualização em: 9 de novembro de 2021