Prorrogação de Matrícula
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Odontologia
Campanha Março
Ed. Física
Transferência Presencial
Prorrogação de Matrícula
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Odontologia
Campanha Março
Ed. Física
Transferência Presencial
Araia Unidombosco
previous arrow
next arrow


perfil-de-estudante

Os professores conseguem, normalmente, identificar bem o perfil de estudante dentro de uma sala de aula, porém será que você sabe qual é o seu perfil?

E se sabe porque já reparou qual a forma em que aprende melhor, será que entende como isso te auxilia ou te prejudica?

Vamos falar sobre tudo isso neste artigo.

Quais os tipos de perfil de estudante?

Na literatura e nas pesquisas sobre o assunto é possível encontrar vários tipos de perfis. Optamos por falar destes três:

Os estudantes desse perfil aprendem com mais facilidade quando visualizam o objeto de estudo. Elementos visuais como slides, textos, gráficos permitem com que sua compreensão e entendimentos sobre os assuntos de fato aconteçam.

Isso serve tanto para quando estão em uma sala de aula como quando vão estudar em casa e, por isso, é muito comum esse tipo de estudante fazer mapas mentais, sublinhar os textos que estão sendo lidos, transformar o que estuda em texto ou imagem.

Esse é o perfil daqueles estudantes que aprendem com muita facilidade escutando, mas para isso é preciso que haja silêncio e o mínimo possível de distrações.

O cinestésico é aquele que precisa colocar em prática o aprendizado ou vivenciar na prática. É aquele que aprende em uma viagem ou fazendo um experimento científico.

Normalmente são estudantes mais inquietos em estruturas mais tradicionais de ensino, que acabam por privilegiar os visuais e auditivos.

perfil-de-estudante

Como usar o seu perfil a seu favor

O primeiro passo é entender qual é o seu perfil e isso pode não ser tão simples como parece. Muitos estudantes, principalmente os que já estão na graduação, sentem dificuldade de entender qual a forma que aprendem com maior facilidade, pois foram moldados pelo sistema educacional a aprender de uma determinada forma.

Como já dissemos, o ensino é muito voltado para o visual e auditivo e, em muitos casos, somente para um deles. Tanto a maneira como é ensinado quanto a maneira como é cobrado, de forma geral, privilegia um tipo de estudante e os outros, ao longo dos anos, ou vivem se frustrando ou se adaptam e aprendem a, literalmente, aprender de outra forma.

Mas é possível, com uma análise pessoal, descobrir em qual perfil você mais se encaixa e, com isso, identificar as melhores formas de usar isso como aliado.

Saber o seu perfil de estudante não é dizer que você é auditivo e por isso nunca mais vai ler um livro, ou que você que é cinestésico não vai ouvir a explicação de um professor. Saber o seu perfil faz com que você use suas características de forma mais assertiva e trazendo melhores resultados.

Faz também com que você, visual, foque mais a atenção em uma apresentação somente auditiva para então captar o máximo possível, por exemplo. As estratégias para aprender usando todos os formatos devem ser criadas, pois o mundo vai trazer todos os tipos de estímulos como forma de aprendizado e deixar de utilizá-los não é, no mínimo, inteligente.

Identificar o seu perfil é abrangente e não limitador, como muitos podem pensar. Quando sei quais meus pontos fortes, eu passo a usá-los de forma estratégica e começo a exercitar os fracos para que eles também possam me servir de aliados e não de “peso morto”.

Pare hoje mesmo e faça essa avaliação para entender qual seu perfil de estudante e começar a ter melhores resultados na sua vida estudantil.

Agora, escreva nos comentários qual seu perfil de estudante e continue acompanhando o blog e as redes sociais do UniDomBosco para se manter sempre atualizado.

 

última atualização em: 7 de junho de 2022