agilidade-emocional

Muitos termos são escutados no mercado de trabalho e agilidade emocional é um deles.

Nem todos conhecem todos os termos e as aplicações deles na vida prática e, devido a isso, vamos neste artigo falar sobre agilidade emocional.

Já ouviu falar sobre?

É comum, ao escutar o termo pela primeira vez, confundi-lo com inteligência emocional. Isso porque a inteligência emocional é atualmente bastante difundida, porém eles são diferentes.

O que é agilidade emocional?

Abaixo segue um dos pequenos resumos do livro intitulado “Agilidade emocional” de Susan David.

O caminho em direção à realização pessoal e profissional nunca é uma linha reta.

Mas o que separa aqueles que vencem os desafios daqueles que fracassam?

Para a renomada psicóloga e professora da Escola de Medicina de Harvard, Susan David, a resposta é uma: Agilidade Emocional.

Depois de estudar por mais de 20 anos as emoções e autorrealização, Susan descobriu que, por mais inteligentes ou criativas que as pessoas sejam, é a maneira como lidam com seu mundo que determina o quanto serão felizes e bem-sucedidas em todas as áreas da vida.

Primeiro lugar na lista dos mais vendidos do The Wall Street Journal, Agilidade Emocional apresenta, com sagacidade e empatia, uma abordagem revolucionária para lidar com as reviravoltas da vida para atingir seus objetivos mais importantes com sucesso.”

Agilidade emocional é algo, então, não só utilizado na vida profissional, mas na vida como um todo e que traz resultados em todas as suas áreas.

Talvez o próprio nome, agilidade emocional, já traga um pouco da sua definição. Agilidade tem relação com rapidez, com resposta imediata. Seria a forma ágil do indivíduo dar respostas emocionais às situações. Porém, para dar respostas é preciso ter conhecimento.

“A agilidade emocional é a capacidade da pessoa de conviver consigo mesma de um modo corajoso, compassivo e instigante. Isso requer uma série de estratégias e de competências básicas. Uma delas consiste em ser capaz de não brigar com pensamentos e emoções”

O autoconhecimento é essencial para se ter agilidade emocional. Conhecer e reconhecer como cada emoção e pensamento acontecem dentro de cada um é essencial para saber como receber cada um deles e, assim, escolher como responder a eles.

Como a agilidade emocional colabora na vida profissional?

A vida profissional é um turbilhão de emoções e pensamentos constantes e, com isso, possuir agilidade emocional é com certeza um grande diferencial.

Imagine um líder que convive diariamente com uma equipe em que cada um dos seus membros possui características distintas e por isso agem e reagem de formas também distintas. Imagine que o ramo de atuação dessa equipe é bastante volátil e as decisões precisam ser tomadas a todo tempo e, principalmente, em situações de estresse e instabilidade.

Se esse líder não possui agilidade emocional, provavelmente vai viver no limite emocional, ansioso, nervoso e tomando atitudes que não são as melhores, nem para o negócio, nem para a equipe e, muito menos, para ele.

Com agilidade emocional, ele consegue identificar e entender como recebe cada uma das demandas e a forma como ela é trazida por cada membro da equipe e, assim, tomar a melhor atitude.

Não é não se ocupar, não se incomodar, não se estressar com as demandas e pessoas ao redor. É reconhecer, avaliar e tomar uma atitude mais adequada. É usar o rápido tempo entre receber a informação e agir de forma emocionalmente saudável e inteligente.

E com isso nem se precisa dizer que a vida profissional, seja qual for o cargo que você exerça (o de liderança foi só um exemplo), será melhor para você e para todos os que estão de alguma forma envolvidos nas suas relações profissionais.

É mais do que necessário nos dias de hoje compreender que o lado emocional faz parte do ser humano e reconhecê-lo e utilizá-lo da melhor forma é fortaleza e não fraqueza, como muitos ainda podem pensar.

Já tinha ouvido falar de agilidade emocional? Para se manter sempre atualizado continue acompanhando o blog e as redes sociais do UniDomBosco.

 

 

 

última atualização em: 18 de novembro de 2022