engenheiro-de-producao

A carreira do engenheiro de produção está nas listas de maior empregabilidade e, de acordo com as pesquisas, a busca por esses profissionais é alta, tanto no mercado brasileiro quanto no internacional.

Diante disso vamos falar um pouco sobre o curso de Engenharia de Produção, qual área de atuação e como é o mercado de trabalho.

Afinal, o que é a Engenharia de Produção?

Compete à Engenharia de produção o projeto, a implantação, a operação, a melhoria e a manutenção de sistemas produtivos integrados de bens e serviços, envolvendo homens, materiais, tecnologia, informação e energia. Compete ainda especificar, prever e avaliar os resultados obtidos destes sistemas para a sociedade e o meio ambiente, recorrendo a conhecimentos especializados de matemática, física, ciências humanas e sociais, conjuntamente com os princípios e métodos de análise e projeto de engenharia.”

Como é o curso?

O UniDomBosco oferta o curso de Engenharia de Produção na modalidade EAD, com duração de 5 anos, que é focado na transformação do ambiente improdutivo em algo produtivo. O profissional formado em engenharia de produção é voltado não só para os processos, mas também para as pessoas envolvidas, atuando na otimização dos recursos das empresas e no bem-estar dos indivíduos.

Durante o curso, o estudante aprende disciplinas como: Fundamentos da Engenharia; Cálculo a uma variável; Representação Gráfica; Geometria Analítica e Álgebra Linear; Fundamentos da Administração; Probabilidade e Estatística; Química Fundamental e Instrumental; Desenho Computacional; Cálculo à múltiplas variáveis; Direito Empresarial; Estrutura e Propriedade dos Materiais; Algoritmos e Linguagem de Programação; Física Geral e Instrumental; Planejamento de Vendas; Planejamento, Programação e Controle de Produção; Gestão de Contratos; Matemática Financeira; Métodos Numéricos e Computação científica; Gestão da Cadeia de Suprimentos; Legislação Fiscal e Tributária; Estatística Aplicada à Produção; Mecânica Geral; Eletrotécnica e Eletrônica Instrumental Gestão da Produção; Gestão da Manutenção; Gestão de Pessoas; Engenharia de Segurança do Trabalho; Engenharia da Qualidade; Modelagem e simulação em Eng. de Produção; Resistência dos Materiais; Engenharia de Produto.

Quais áreas de atuação de um engenheiro de produção?

De acordo com a Associação Brasileira de Engenharia de Produção, as áreas e subáreas do conhecimento que balizam os estudos e as atividades profissionais da área são:

Essa atuação pode ocorrer em indústrias e empresas de diferentes ramos de atuação, tanto privadas quanto públicas, como de automóveis, equipamentos, transporte, hospitais, telefonia, alimentos, petróleo e fundos de investimentos.

Diante dessa vasta área de atuação, o mercado para esse profissional é muito amplo, com muitas oportunidades e, dentro da área de Engenharia, é considerado o melhor atualmente.

De acordo com as pesquisas, a média salarial no Brasil é de R$7.500,00, porém podendo alcançar valores bem maiores, dependendo da área de atuação.

As oportunidades fora do Brasil são muitas e os salários são bastante atrativos. Para quem busca essas vagas é essencial uma formação no exterior, além de fluência em outros idiomas.

Tudo isso faz com que o curso de graduação em Engenharia de Produção, e todos dentre as engenharias, sejam dos mais procurados (uma média de 40 mil engenheiros se formam todos os anos no país).

O profissional de Engenharia de Produção é dos mais versáteis dentro da engenharia, devido a sua formação englobar conhecimentos de diferentes áreas e com diferentes enfoques.

Se você se interessa em se tornar um engenheiro de produção, busque maiores informações sobre a carreira e o curso de graduação para o quanto antes iniciar sua formação.

 

última atualização em: 20 de maio de 2022