produtividade-sustentavel

Produtividade sustentável é um termo novo que vem sendo bastante difundido. Mas para entender melhor o que ele é, vamos trazer a definição dos dois termos de forma individual, inicialmente. 

Produtividade, de acordo com a Wikipédia, é: “A produtividade é basicamente definida como a relação entre a produção e os fatores de produção utilizados.” 

Porém, ser produtivo não é necessariamente ser e nem estar ocupado. Tem relação com os resultados alcançados. 

Ser produtivo é realizar tudo que é preciso, com qualidade, no menor tempo. 

Sustentabilidadeé uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. 

Tendo as duas definições, fica até simples entender o que é a produtividade sustentável, não é?!  

Produtividade sustentável é uma forma de ser produtivo, porém de forma que isso se mantenha durante o tempo. Ou seja, é bater metas, é ter bons resultados no trabalho, mas sem perder a qualidade do sono, sem ficar doente, sem ser muito produtivo durante alguns anos e chegar no limite no qual não consegue produzir nada durante um curto ou, às vezes, longo período de tempo. 

Tenho certeza que ao ler até aqui você já identificou que você, ou alguém muito próximo, precisa começar a pensar na produtividade sustentável.  

A cada ano que passa a saúde mental das pessoas está mais prejudicada e os números das pesquisas, e dos próprios relatos que ouvimos todos os dias, comprovam isso. 

Burnout, depressão, ansiedade e outras estão no topo da lista das chamadas doenças da modernidade. E por serem doenças, não deveríamos achar que isso é o normal. Comum, tornou-se comum. Mas não podemos enxergar com olhos de normalidade condições que prejudicam o ser humano em tantos aspectos. 

Precisamos pensar em saúde, precisamos pensar em produtividade sustentável. 

A pandemia trouxe uma infinidade de problemas que não precisamos citar aqui, porém ela trouxe também uma consciência necessária. Não temos controle de tudo, a vida é um sopro, precisamos aproveitar mais as pessoas e os momentos…enfim, uma lista infindável de lições. 

E, após essas lições, o olhar deve ser  para dentro. Como equilibrar os “pratos” da vida, sem deixar nenhum deles cair? 

A ideia da produtividade sustentável é exatamente essa. A de construir uma trajetória que seja possível de ser seguida até o final. Não é parar, é fazer em um ritmo que seja possível seguir até o final do trajeto. 

Imagine uma corrida. Se você acelera demais na saída, a chance de, no meio da prova, não aguentar mais é muito grande e você pode até chegar no final, mas com muito desgaste. Se você traça um plano e compreende exatamente onde é possível acelerar e onde se deve reduzir, mas sempre mantendo a frequência e sem danos ao seu corpo e aos seus objetivos, você certamente chegará ao final e satisfeito com os resultados. 

O cuidado com a saúde e com o seu corpo devem estar sempre no topo da lista, pois dependemos dele para alcançar quaisquer que sejam os objetivos. O autocuidado é um dos pilares da produtividade sustentável, exatamente devido a isso. 

A correria do dia a dia, aliada às muitas demandas e à grande concorrência profissional, faz com que, nos dias atuais, as pessoas, na maior parte do tempo, não achem uma saída saudável ou até mesmo, e pior, não sintam os males que isso traz. 

Falar e pensar em produtividade sustentável é dar e trazer luz para o problema do esgotamento, das doenças, da falta de saúde mental e de tudo o mais que não permite que as pessoas tenham, de fato, qualidade de vida. 

Olhe para dentro, reflita sobre suas prioridades, realoque-as e comece hoje mesmo a tomar atitudes que façam com que a sua vida seja pautada de uma forma mais saudável. Que a produtividade sustentável seja um objetivo e, não só isso, uma realidade. 

 

última atualização em: 31 de outubro de 2022