Graduação EAD
Mega vestibular
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Campanha Março
Ed. Física
Graduação EAD
Mega vestibular
Enfermagem presencial
Crédito recorrente
Campanha Março
Pós EAD
previous arrow
next arrow


importancia-do-segundo-idioma-no-mercado-de-trabalho

A globalização é uma realidade mais do que consolidada, e não só no mercado de trabalho, e com isso saber um segundo idioma se tornou não só um “plus”, mas sim requisito básico.

É uma verdade que muitos ainda não aceitam, porém se pararmos para pensar quantas vezes num dia comum da sua vida não ter o conhecimento de um segundo idioma te impediu de fazer algo ou atrasou uma situação?

Se pensarmos que esse segundo idioma seja o inglês, considerado hoje “idioma universal”, é muito simples pensar em diferentes exemplos do cotidiano em que ter domínio da língua te facilitaria algo.

Se no cotidiano já podemos sentir isso, imagine no mercado de trabalho atual, globalizado, no qual a maioria das empresas possuem ou fazem negócios com o mundo todo, dependem de tecnologias advindas de outros países, entre outras coisas.

Poderíamos finalizar esse assunto por aqui e a prova da importância do segundo idioma no mercado de trabalho já estaria comprovada. Mas vamos falar mais sobre o assunto.

Você sabia que muitas vagas de trabalho atuais já têm como requisito um terceiro idioma?

Pois é. E você ainda está em dúvida sobre estudar o segundo idioma.

Especialistas afirmam que as contratações com fluência no segundo idioma podem trazer salários maiores em 60%, e a chance de contratação aumenta em 50% no inglês e 25% em outro idioma.

E isso vale para qualquer área de atuação e cargo. Vendedores de lojas e garçons, por exemplo, que sabem um segundo idioma possibilitam um aumento significativo dos seus salários.

E falando do terceiro idioma, muitas empresas de grande porte global buscam profissionais com o terceiro idioma como espanhol, mandarim, alemão ou árabe.

Como começar a aprender um segundo idioma?

Essa é uma pergunta com uma resposta relativamente simples. Busque um bom curso de idiomas, e no mundo tecnológico que vivemos hoje existem as mais diversas opções, até em aplicativos.

O importante é compreender bem como alinhar o estudo e a forma como ele será dado à sua formação anterior sobre o idioma e aos objetivos do estudo.

Se você é um universitário, certamente buscar um curso dinâmico, que te proporcione a oportunidade de certificação em universidades estrangeiras, é o melhor caminho. Se você já é um profissional experiente, que busca alcançar melhores posições no mercado ou novos clientes, aulas particulares com enfoque no seu mercado de trabalho talvez sejam a melhor opção.

Os especialistas indicam, como já dissemos, que o inglês é normalmente o segundo idioma mais requisitado, porém buscar um dos outros que já citamos devido a motivos particulares também pode ser assertivo.

O importante é entender que no mercado de trabalho atual o segundo idioma não é mais diferencial e sim requisito básico.

Gosta dos nossos conteúdos? Continue acompanhando o Blog UniDomBosco e seguindo nossas redes sociais.

 

 

 

última atualização em: 25 de janeiro de 2022