Graduação EAD
Mega vestibular
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Campanha Março
Ed. Física
Graduação EAD
Mega vestibular
Enfermagem presencial
Crédito recorrente
Campanha Março
Pós EAD
previous arrow
next arrow


trabalho-hibrido

O quanto, nesses últimos dois anos, você escutou sobre home office, trabalho híbrido e trabalho presencial?

Certamente muito mais vezes do que gostaria e, certamente também, de alguma forma, se você já trabalha, algum desses termos já teve um papel importante na sua vida nesse período.

Não é que essas formas de trabalho não existissem antes da pandemia, mas é que com ela, eles meio que obrigatoriamente foram trazidos sem muito aviso.

O trabalho presencial era o costume da maioria das empresas e de profissionais. Aquele trabalho realizado de forma física no local de trabalho. Um médico em seu consultório, um profissional de marketing na agência, uma vendedora na loja.

Alguns poucos profissionais já vivenciavam o home office, que nada mais é do que realizar a sua função profissional fora do local de trabalho. O nome é home (de casa), porém ele pode ser realizado de qualquer lugar que não seja a sede física da empresa que o contrata.

Mais distante da realidade da maioria estava o trabalho híbrido e o nome até hoje deixa alguns na dúvida. O híbrido é a mescla do presencial com o home, ou seja, o profissional atua em alguns momentos presencialmente e, em outros, não presencialmente.

Uma breve explicação desses modelos de trabalho para falar como, em pouco tempo, eles trouxeram mudanças significativas no modo como se trabalha, como se pensa em trabalho, como se busca um trabalho, como se pensa sobre carreira e sobre escolher uma formação.

Muitos ainda não perceberam a importância e a transformação que tudo isso trouxe para o mercado de trabalho

Vislumbrar a possibilidade de atuar como um profissional em home office, podendo estar um dia em cada cidade, conhecendo novas pessoas e lugares, adquirindo conhecimento não só formalmente, fez um “bum na cabeça” de muitas pessoas. Tanto profissionais atuantes há muito tempo no mercado, como jovens tentando saber se fazem o curso x ou y.

Temos lido e visto muito falar sobre isso, inclusive sobre “a onda de demissões voluntárias” que, para muitos, tem relação com esse “bum”.

Outros tantos enxergaram que a rotina do trabalho presencial traz o foco e disciplina que precisam para atuarem e trazerem seus melhores resultados. Que vestir uma roupa, pegar um meio de transporte e nesse caminho estudar ou refletir, que conviver fisicamente com os colegas, enfim, que isso tudo proporciona a ele uma vida profissional melhor. E muitos destes passaram a valorizar mais essa rotina, em vez de reclamar dela.

E os que acreditam que o híbrido é o melhor dos dois mundos também existem. Poder ter momentos no seu home e outros partilhados, para esses, é a chave do sucesso.

E não falamos somente dos profissionais quando citamos essas visões. Muitas empresas entenderam também várias questões e descobriram em um ou outro, ou nos dois formatos, muitas vantagens e estão neste momento fechando sedes físicas, alugando coworkings ou trazendo todo o seu pessoal de volta.

trabalho-hibrido

A verdade é que não existe, nesse caso, uma verdade e que daqui pra frente o mercado de trabalho não será mais o mesmo e que home office, trabalho híbrido e trabalho presencial farão parte do linguajar e da dinâmica dele.

Mas queremos saber a sua opinião. Qual modelo você mais gosta?

 

última atualização em: 3 de maio de 2022