Mega vestibular
Prorrogação de Matrícula
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Campanha Março
Ed. Física
Mega vestibular
Graduação EAD 80% off
Enfermagem presencial
Crédito recorrente
Campanha Março
Pós EAD
previous arrow
next arrow


graduacao-apos-os-40

Ouvir falar de quem faz graduação após os 40 é, nos dias de hoje, muito comum. Não era assim na década de 60, obviamente, quando a expectativa de vida do brasileiro era até os 48 anos de idade. Porém, hoje essa expectativa quase dobrou e com isso os 40 são, pelo menos, a metade da vida.

Metade da vida pessoal e, também, profissional. E com isso, como dissemos, é cada vez mais comum ouvir falar de pessoas que estão na graduação após os 40.

As pesquisas mostram que nas universidades particulares a média de alunos com mais de 40 é por volta de 10% dos matriculados. Número que pode crescer com o aumento da procura pelos cursos EAD.

Fazer uma graduação após os 40 anos traz desafios e vantagens. Talvez até mais vantagens do que desafios, atualmente.

Vamos falar dos desafios e vantagens de fazer uma graduação após os 40?

Um dos grandes desafios seria o de não se sentir incluso em um ambiente cheio de jovens e com vidas e expectativas muito diferentes. Porém, como já foi dito, o número de pessoas que estão na mesma situação é relevante e no ensino a distância, por exemplo, esse desafio passa quase que despercebido.

Outro desafio citado por muitos é com relação ao acúmulo de funções, já que grande parte das pessoas aos 40 anos possui um emprego com cargo de altas responsabilidades, além de família. Entretanto, talvez essa possa ser outra vantagem. A estabilidade pessoal e financeira possibilita que muitas pessoas nessa faixa etária possam fazer uma graduação para realizar um sonho pessoal, que não conseguiram quando jovens ou que só descobriram com o tempo.

Seja a primeira graduação, ou a segunda, as pesquisas também mostram que profissionais com diplomas de nível superior são mais valorizados no mercado de trabalho. E com um diploma desse é possível avançar nos estudos acadêmicos, realizando uma pós-graduação, o que diferencia ainda mais o profissional.

Essa diferenciação serve tanto em uma carreira já em andamento quanto para aqueles que buscam uma recolocação profissional, fato que tem sido também cada vez mais comum nos profissionais com mais de quarenta anos.

Isso pode ser considerado uma grande vantagem.

Outra vantagem é relacionada à maturidade pessoal, o que permite que aqueles que fazem uma graduação após os 40 anos aproveitem-na de uma forma diferente dos jovens e, inclusive, proporcionando, nessa troca, experiências bastante enriquecedoras para esses jovens.

Mas não são somente os jovens que ganham nessa troca. Conviver com pessoas mais novas traz uma visão de mundo e de mercado de trabalho diferenciada que colabora, também, para uma melhor atuação profissional. Na sala de aula, os mais velhos e os mais novos são todos colegas, em um mesmo nível. Diferente do que acontece comumente no mercado de trabalho, em que os mais velhos possuem posições hierárquicas mais elevadas e a troca não seja tão simples e fluida.

A vantagem financeira também é considerada importante. Normalmente, as pessoas após os 40 que buscam uma graduação conseguem pagar pela universidade e curso que gostariam e, diferente de muitos dos jovens, não precisam acrescer essa dificuldade ao processo do estudo. Muitos dos jovens no Brasil precisam buscar recursos, como financiamentos estudantis, para pagar a graduação e isso traz muitas preocupações.

Como visto, fazer uma graduação após os 40 é muito mais vantajoso do que a maioria pode imaginar e se você está pensando em ser um universitário, independentemente da idade que tenha, entre no site do UniDomBosco e veja as muitas opções de cursos.

E para se manter sempre atualizado, continue acompanhando o blog e as redes sociais.

 

 

última atualização em: 29 de junho de 2022