dinâmicas-de-grupo

Dinâmicas de grupo, há quem ame e quem deteste. Mas, independentemente de qual time é o seu, elas fazem cada vez mais parte não só dos recrutamentos, mas de muitos momentos da vida profissional e, por isso, saber algumas dicas para se sair bem nelas é fundamental. 

O que são dinâmicas de grupo? 

A dinâmica de grupo é uma ferramenta, utilizada nos mais diferentes contextos, e não só profissionais, com o objetivo de estudar, conhecer e desenvolver o conhecimento de um grupo e de seus participantes. 

As dinâmicas vão identificar características do perfil comportamental e profissional, como, por exemplo, liderança, resolução de problemas, estresse, entre outros. E, ao identificar essas características, é possível saber quais são os pontos fortes e os que precisam ser aprimorados. 

É uma ferramenta interessante, que traz bons resultados e, por isso, é bastante usada nas empresas, como já dissemos, não só nos momentos de recrutamento. Muitos líderes utilizam com diferentes objetivos, durante os diversos momentos do ano, com suas equipes. 

Mas, para que todos possam usufruir desse tipo de ferramenta, é preciso que se tenha claro os objetivos e o funcionamento dela. 

As dicas que vamos dar não são para que você se saia bem no sentido de “mascarar” suas características, mas, sim, para que aproveite o processo da melhor forma. Mostrando todas as suas habilidades e potencialidades. 

Vamos às dicas? 

Leia com atenção e já se prepare para a sua próxima dinâmica de grupo. 

Essa seria, obviamente, a primeira, porque, como já foi dito, o objetivo é, de fato, mostrar seus pontos fortes e os de melhoria.  

Se for uma dinâmica de recrutamento, não ache que você precisa ser melhor ou diferente do que é. Somente mostrando quem é que vai conseguir uma vaga que se adeque bem ao seu perfil e onde possa atuar da melhor forma. 

Caso seja um momento em equipe, não ser você mesmo é ainda pior, pois todos te conhecem e certamente o objetivo não é esse, mas, sim, outros como entrosamento, aquisição ou melhoria de habilidades.  

Escutar com atenção a tudo e a todos ajuda a entender melhor o objetivo daquela dinâmica e, dessa forma, dar o seu melhor. 

Independentemente de se sentir ou não confortável em participar de dinâmicas de grupo, como já dissemos, é importante estar aberto a participar de forma plena. Ou seja, dando toda atenção e executando o que se é proposto. 

Essencial também não ser o que quer ter toda a atenção, o que responde a tudo. Aja de forma adequada. 

Essa máxima vale para a vida pessoal e profissional, e não somente para as dinâmicas de grupo. Porém, pense nelas sempre dessa forma. Isso fará com que você não interrompa os outros, não imponha suas ideias e tantas outras atitudes que você não gostaria que tivessem com você. 

Essas são dicas que servem para qualquer tipo de dinâmica e, agora, vamos dar algumas que servem para as que são feitas nos processos de recrutamento. 

Essa dica vale desde o início de um processo de recrutamento.

Quando se conhece a empresa, além de entender se, de fato, ela está alinhada com seus objetivos, é possível obter maiores informações por meio de perguntas inteligentes e, no caso das dinâmicas, atuar de forma mais assertiva. 

É mais do que sabido que processos seletivos geram um certo estresse em muitos candidatos que, devido a isso, não interagem e nem mostram suas melhores versões. 

Portanto, se você sabe que fica nervoso nesses momentos, já utilize todas as suas técnicas ou busque algumas que possam te ajudar para que, durante a dinâmica, você esteja se sentindo o mais confortável possível. Só assim você mostrará plenamente suas habilidades e potencialidades, da melhor forma. 

Gostou das dicas? Então continue acompanhando o blog e as redes sociais do UniDomBosco para se manter sempre atualizado. 

 

 

última atualização em: 26 de outubro de 2022