Graduação EAD
Mega vestibular
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Campanha Março
Ed. Física
Graduação EAD
Mega vestibular
Enfermagem presencial
Crédito recorrente
Campanha Março
Pós EAD
previous arrow
next arrow


como-mudar-habitos

Temos visto cada vez mais as pessoas buscando saber como mudar hábitos e com isso melhorarem seus resultados em todos os aspectos da vida.

Isso porque, infelizmente, é mais comum do que se gostaria e deveria a aquisição, ao longo da vida, de hábitos que não colaboram positivamente com a vida e os resultados que as pessoas gostariam de ter.

Existem, nos dias de hoje, muitas pesquisas e literatura sobre o assunto de como mudar hábitos e vamos falar um pouco sobre eles.

Mas o mais importante é entender que os hábitos podem ser mudados da mesma forma como eles foram adquiridos. Pode ser que seja mais trabalhoso e certamente, em muitos casos, inicialmente não tão prazeroso, porém, se a mudança for mesmo necessária, é possível e importante.

Vamos primeiro entender o que é hábito

Do Oxford Languages:

substantivo masculino

  1. maneira usual de ser, fazer, sentir; costume, regra, modo.

“h. burgueses”

2. maneira permanente ou frequente de comportar-se; mania.

“abandonar velhos h.”

Dada essa definição, podemos entender que hábitos são criados e por isso, como dissemos anteriormente, podem ser mudados.

Criamos o hábito de fazer atividades físicas, assim como criamos o hábito de ter uma alimentação desregrada.

Todas as pesquisas mostram que os chamados maus hábitos costumam ser mais prazerosos em curto prazo e, por isso, mais fáceis de criarmos, porém normalmente eles trazem malefícios a médio e longo prazo.

Contrariamente aos ditos bons hábitos, que não trazem para a maioria prazer inicial, porém seus resultados trazem mais do que prazer, como também bons resultados.

Voltando ao exemplo da atividade física e alimentação. Alimentar-se de doces e fastfoods traz um prazer imediato inegável para a maior parte das pessoas, porém, se isso se torna um hábito, em pouco tempo a saúde estará prejudicada, assim como outros aspectos.

Já a prática constante de atividade física, inicialmente, causa, além de dores, preguiça e cansaço. Entretanto, quando se torna um hábito, a saúde física, mental e outros aspectos da vida melhoram.

Mas afinal, como mudar hábitos?

O passo número um é entender que aquele hábito não é bom para você. E é importante saber que isso é algo individual e que somente esse entendimento pode iniciar o processo.

Importante lembrar também sobre o que foi falado sobre o prazer imediato e o de médio e longo prazo. A disciplina é essencial, e a preguiça e a procrastinação são inimigas das mudanças de hábitos.

Uma dica, e que ajuda muitas pessoas, é buscar “aliados”, ou seja, pessoas que te ajudem na mudança, que sejam seus incentivadores e que também te coloquem na linha quando preciso.

Alguns especialistas orientam que sejam criados planos de ação, com objetivos claros e de curto, médio e longo prazo. Isso ajuda bastante, principalmente aqueles que desistem com facilidade quando não veem os resultados logo.

Ter os objetivos claros é essencial no processo de mudança de hábito e entender que isso trará melhores resultados, seja na vida profissional ou pessoal, pode ajudar a estabelecer os objetivos e fazer as mudanças necessárias.

Conte nos comentários se você já teve uma mudança de hábito significativa na sua vida.

E continue acompanhando o Blog e as redes sociais do UniDomBosco para se manter sempre atualizado.

 

última atualização em: 5 de abril de 2022