Graduação EAD
Mega vestibular
Prorrogação de Matrícula EAD
Crédito recorrente
Campanha Março
Ed. Física
Graduação EAD
Mega vestibular
Enfermagem presencial
Crédito recorrente
Campanha Março
Pós EAD
previous arrow
next arrow


carta-de-apresentacao

A maioria dos profissionais que já enviou um currículo para uma seleção de vagas se deparou com a opção de enviar conjuntamente uma carta de apresentação.

Mas muitos não sabem o que é uma carta de apresentação, qual objetivo e importância que ela tem em um processo seletivo profissional.

O que é uma carta de apresentação?

Uma carta de apresentação, como o próprio nome diz, é uma carta que apresenta o candidato ao profissional que está fazendo a seleção.

Essa apresentação deve ser pensada de forma que aquele que lê sinta que, de fato, conhece aquele profissional e que ele atende às demandas daquela vaga e se encaixa  nela.

Percebem como a carta de apresentação pode ser aquele diferencial que o currículo não traz?

Primeiramente, porque o currículo traz basicamente as hard skills, ou seja, as habilidades técnicas conquistadas por meio de estudos e cursos. E mesmo que no seu modelo de currículo contemple as suas soft skills, que são as habilidades comportamentais, elas são colocadas em uma lista. Normalmente as soft skills são avaliadas por meio de testes e dinâmicas, porém por meio de uma boa carta de apresentação já é possível identificar algumas delas.

Segundo, porque o currículo é um instrumento de descrição de informações e já a carta possibilita por meio do texto que essas informações sejam destrinchadas.

Importante ressaltar que a carta de apresentação é um complemento ao currículo e, obviamente, não o substituiu. Num currículo bem elaborado é possível colocar as informações essenciais da melhor forma.

Como fazer uma boa carta de apresentação?

Uma carta de apresentação deve ser personalizada, tanto levando em conta as habilidades e conhecimentos de quem está escrevendo a carta, quanto a empresa e a vaga preterida.

Ou seja, é preciso elaborar uma carta de apresentação para cada vaga que se candidata. Um simples “copia e cola” não atingirá o objetivo da carta.

Ela pode ser escrita tanto em um documento à parte, quanto no próprio corpo do e-mail, nos casos do currículo ser enviado por esse meio.

A linguagem a ser utilizada na carta deve levar em consideração o tipo de empresa e cargo a ser pretendido. Se souber o nome da pessoa que está realizando o processo, pode endereçar a carta a ela, o que traz uma proximidade e cuidado que são valorizados.

No decorrer da carta é essencial expor e demonstrar suas hard skills que se relacionam à vaga, como por exemplo fluência e experiência em outro idioma.

As soft skills também precisam ser demonstradas na carta, analisando quais se encaixam melhor na vaga pretendida. Se for um cargo de liderança, por exemplo, citar boa capacidade de comunicação e de delegação é interessante.

É importante também deixar claro, de alguma forma, que foi feita uma análise sobre a empresa e a vaga, e quanto seu perfil se encaixa nelas.

O último detalhe, mas não menos importante, é que se você tiver uma recomendação, esse é o momento de citá-la. Ou seja, se alguém te indicou para aquela vaga e esse alguém, obviamente, for de relevância para ela, em algum momento da carta isso deve ser dito.

Agora, conte nos comentários se você sabia da importância de uma carta de apresentação em um processo seletivo.

E para estar sempre por dentro dos assuntos relacionados ao mercado de trabalho, continue acompanhando o Blog e o Linkedin do UniDomBosco.

 

 

última atualização em: 19 de abril de 2022