carreira-em-y

Já ouviu falar sobre o termo “carreira em Y”?

Aliás, sabe exatamente o que quer dizer carreira? Carreira é o caminho traçado por um indivíduo durante sua vida profissional.

Existem diferentes formas de trilhar esse caminho e a carreira em Y é uma delas.

O que é carreira em Y?

Para entender é preciso primeiro conhecer o formato linear de carreira, ou seja, em linha reta. Na verdade, poderíamos dizer formato escada, no qual a carreira acontece e o indivíduo vai subindo degraus em busca de promoções e melhorias de salários, vislumbrando sempre um único tipo de cargo que é o de chefia/liderança.

Visualizou esse tipo de carreira?

Agora imagine um Y, no qual a sua carreira profissional sai da base e vai crescendo até que chega em uma bifurcação, em que é feita uma escolha e se continua seguindo nela até chegar à ponta escolhida. 

É uma forma diferente de caminhar. Mas o que tem em cada lado da bifurcação? Em um dos lados tem o mesmo cargo de chefia/liderança e do outro tem o cargo de especialista.

O que muda de um tipo de carreira para outra? O poder de escolha, os objetivos e os resultados.

Na bifurcação, o profissional pode olhar para os dois lados e buscar dentro de si suas características, suas habilidades, suas vontades, seus sonhos e com isso escolher qual dos caminhos seguir e em qual colherá melhores resultados.

A empresa que oferece esse tipo de escolha, e colabora com ela, colhe também esses resultados, pois tem profissionais mais bem preparados e “equipados” nos lugares certos, fazendo as coisas da melhor forma.

É um formato bom mesmo?

Olhe para você como profissional e responda. Você tem habilidades de liderança?

Se respondeu sim, possivelmente o formato linear faz sentido para você. Mas pense no seu colega de trabalho que está no mesmo cargo e, nesse formato, em disputa com você pela gestão. Olhe para ele e veja se ele tem o mesmo perfil que você. Imagine que ele seja alguém mais técnico, mais introspectivo, que tem ideias que fazem a diferença, mas que trabalha melhor sozinho.

Agora pense que ele, por suas ideias brilhantes, ocupe o lugar de chefia e você continue no seu cargo. Ele, por não ser bom em liderança, talvez não traga os resultados esperados e se frustrará. E você, por não ter assumido o cargo, também se frustra.

Agora, imagine um outro cenário, em que você é promovido para a liderança e ele para o maior cargo de pesquisas e vocês, juntos e satisfeitos, geram melhores resultados.

Em qual cenário você, como profissional, prefere se enxergar? E você, empresa, em qual cenário gostaria de colocar os seus colaboradores?

A carreira em Y é uma forma de valorizar as diferenças no mercado de trabalho de forma positiva e, podemos dizer, justa.

Num mundo onde, nos dias de hoje, sabemos que existem diferentes tipos de inteligência e de perfil profissional, não valorizar essa diversidade é dar passos para trás.

Pode ser que daqui a um tempo outros formatos de carreira sejam colocados e façam mais sentido em um novo contexto. As mudanças acontecem cada vez mais, de forma muito rápida, e todos profissionais e empresas precisam se adequar.

Talvez, também, em alguns tipos de empresas a carreira em Y não faça ainda, ou nunca fará, sentido.

Avaliem. Você profissional, você empresário. Qual formato se encaixa mais ao seu modelo de negócio. Mas pensando que se prender ao que sempre foi, pelo medo da mudança, não leva e nunca levou nenhum profissional e nenhum negócio a alcançar resultados melhores e diferentes.

Responda, você, o que acha da carreira em Y? E para se manter sempre atualizado, acompanhe diariamente o Blog e as redes sociais do UniDomBosco.

 

última atualização em: 22 de junho de 2022